MINHA PAIXÃO - ARTE/S

"DEUS ESTE ANO ME ABENÇOOU ME DEVOLVENDO A OPORTUNIDADE DE RETORNAR A FUNÇÃO QUE TANTO GOSTO DE MINISTRAR AULAS DE ARTE/S".

No entanto resolvi fazer uso deste Blog, para salva guardar todos os conteúdos, atividades teóricas e práticas com registros digitados e fotografados que irei ministrar por cada turma a cada bimestre, na intenção de auxiliar a mim, a meus alunos e a outros interessados.

Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção. Paulo Freire

segunda-feira, 23 de junho de 2014

TURMAS 7ª ANO "A"/"B" - EF

Resumão dos Conteúdos do 1º Semestre.

Conteúdo para avaliação bimestral.

"ARTE DO RENASCIMENTO" 

O termo Renascimento é comumente aplicado à civilização européia que se desenvolveu entre 1300 e 1650 se refere ao resgate dos ideais da cultura greco-romana. Além de reviver a antiga cultura greco-romana, ocorreram nesse período muitos progressos e incontáveis realizações no campo das artes, da literatura e das ciências, que superaram a herança clássica. O ideal do humanismo foi sem duvida o móvel desse progresso e tornou-se o próprio espírito do Renascimento. A principal característica da arquitetura renascentista é o equilíbrio das linhas, a organização matemática dos espaços e a presença de elementos da antiguidade clássica na decoração. No período renascentista predomina a tendência de uma interpretação científica da realidade e do mundo. Nas artes plásticas acontecem estudos sobre a perspectiva segundo princípios da matemática e da geometria.Na escultura e na pintura renascentista o nu é totalmente abandonado; posição do homem como o centro do mundo é retomada. Desde que Roma adotou a religião cristã como religião oficial, o homem europeu viveu apenas para Deus e a arte servia como veículo para afirmar sua crença. No século XIV houve muito progresso na arte, na literatura e na ciência e o homem voltou-se para si mesmo, recolocando-se como a criatura mais importante da terra. O Renascimento foi um movimento da História em que ocorreram muitos progressos e incontáveis realizações no campo das artes, da literatura e das ciências, que superaram a herança clássica. No Renascimento o ser humano se libertou dos fantasmas religiosos e teve a convicção de que também tinha valor. A arte do Renascimento fez com que o observador a admirasse como um todo, ou seja, com um olhar geral sobre a obra. Perspectiva, uso do claro e escuro e realismo são características da pintura renascentista. Os elementos em comum do Renascimento foram a redescoberta da arte e da literatura da Grécia e de Roma, o estudo científico do corpo humano e do mundo natural e a intenção de reproduzir com realismo as formas da natureza. Uma das descobertas mais significativas foi o método de criar a ilusão de profundidade numa superfície plana, chamada perspectiva, que veio a ser a base da pintura européia nos quinhentos anos seguintes. Este período foi chamado de Renascimento. Antes do Renascimento a produção artística estava voltada para a igreja. O Homem voltou-se para si mesmo, recolocando-se como a criatura mais importante da terra. Ele foi dividido em dois períodos sendo eles: o quatrocentismo e o quinhentismo. Na pintura renascentista houve grande preocupação com a fidelidade anatômica e personagens de outras épocas foram vestidos com roupas do século XV. A escultura renascentista possuía muito realismo em sua obra. Na arquitetura renascentista os prédios passaram a ser decorados e inspirados na Antiguidade Clássica.http://llayolartes.blogspot.com.br/

"ARTE DO MANEIRISMO" 

Durante o século XVI, alguns artista criticavam essa nova técnica de pintura que enfeava e deformava. Diziam que eram pintores incapazes de pintar algo novo ou original e não faziam nada além de copiar pintores renascentistas, ou seja, pintavam da mesma maneira que Leonardo, Michelangelo e Rafael, dai o nome maneirismo. Neste período foi marcado pelas pinturas anamórficas, ou seja, transformar as imagens que precisam de um ponto de vista forçado para serem vistas corretamente, com o intuito de que o artista se divirta e demonstre toda a sua audácia e talento. É na pintura que o espírito maneirista se manifesta em primeiro lugar. São os pintores da segunda década do século XV que, afastados dos cânones renascentistas, criam esse novo estilo, procurando deformar uma realidade que já não os satisfaz e tentando revalorizar a arte pela própria arte. toda a sua audácia. . É na pintura que o espírito maneirista se manifesta em primeiro lugar. São os pintores da segunda década do século XV que, afastados dos cânones renascentistas, criam esse novo estilo, procurando deformar uma realidade que já não os satisfaz e tentando revalorizar a arte pela própria arte. Para diversão era muito comum, entre os artistas, o uso do espelho ovalado, assim conseguiam deformar imagens e efeitos visuais interessantes nas pinturas. Repetem-se as características da arquitetura e da pintura. Não faltam as formas caprichosas, as proporções estranhas, as superposições de planos, ou ainda o exagero nos detalhes, elementos que criam essa atmosfera de tensão tão característica do espírito maneirista. A arquitetura maneirista dá prioridade à construção de igrejas de plano longitudinal, com espaços mais longos do que largos, com a cúpula principal sobre o transepto; com mudanças drásticas na distribuição de luz e decoração. Livro Arte para Criança - editora Ciranda Cultural.